skip to Main Content

Sobre a campanha

Faça parte. Dê o sangue pelo seu time!

Campanha oferecida pelas instituições Abrasta e Abrale, a Sangue Torcedor pretende aumentar o número de doadores de sangue no Brasil, pois o índice de doação não é considerado satisfatório – apenas 1,6% dos brasileiros doa sangue periodicamente ao passo que o ideal, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), seria ter de 3% a 5% da população fazendo doações regulares.

Para ajudar nessa conquista, os principais clubes de futebol juntaram-se a nós e, por meio de seus canais de comunicação, convocarão seus torcedores a doarem sangue pelo time e, claro, a salvar milhares de vidas.

A Sangue Torcedor acontece no mês de junho. E você, vai doar o sangue pelo seu time do coração hoje?

VEJA COMO PARTICIPAR
1º passo

Selecione seu time do coração logo abaixo e veja em qual hemocentro fazer a doação de sangue.

Último passo

Doe seu sangue e compartilhe a #SangueTorcedor com todos seus amigos e familiares, nas redes sociais!

Times do bem

Clique no time do seu coração e veja quando e onde doar sangue!

*Os times que não aparecem, não puderam participar por políticas internas do clube.

TABELA DO SANGUE TORCEDOR

Acompanhe aqui o ranking dos times! Faça sua doação de sangue e ajude seu time e todos os pacientes!
Botafogo
Flamengo
Fluminense
Vasco
Santos
São Paulo
Botafogo SP
Grêmio
Internacional
Atlético MG
America MG
Cruzeiro
Avaí
Chapecoense
Goiás
Coritiba
Ceará
Fortaleza
Náutico
Sport
Bahia
Vitória
Brasil de Pelotas
E. C. Pelotas

FICHA DE INSCRIÇÃO

Chegou a hora de dar o sangue pelo seu time!

Que dia você realizou/realizará sua doação?

FAQ – DOAÇÃO DE SANGUE

Requisitos básicos para doar
  • Estar em boas condições de saúde
  • Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos
  • Pesar no mínimo 50kg
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas)
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação)
  • Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social)
Impedimentos temporários
  • Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas
  • Gravidez
  • 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana
  • Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses)
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação
  • Tatuagem / maquiagem definitiva nos últimos 12 meses
  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses
Impedimentos definitivos
  • Hepatite após os 11 anos de idade
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis
  • Malária
  • Se teve algum tipo de câncer, incluindo leucemia
Mitos sobre a doação de sangue

Idosos não podem doar sangue. MITO. A partir de 2013, houve aumento na idade máxima dos doadores de sangue pelo Ministério da Saúde. Atualmente, pessoas entre 16 e 69 anos podem realizar o ato de doação.

A doação é restrita a pessoas sem piercing e tatuagem. MITO. Apenas pessoas com piercing na cavidade oral não podem realizar a doação, pois a boca está mais receptiva a infecções do que outras áreas do corpo. Sobre pessoas com tatuagens, é indicada que a doação seja feita após um ano da realização do desenho, pois é o tempo adequado para manifestações de doenças contagiosas que possam ser transmitidas pela agulha.

Doadores estão suscetíveis a doenças transmissíveis via sangue. MITO. A partir da implementação do teste NAT com fomento da ABHH, doenças como HIV, Hepatites B e C, são detectadas pelo procedimento que tem capacidade de identificar se a pessoa está contaminada mesmo que haja um curto período, entre o dia de contaminação e a doação.

O doador pode realizar o ato a cada 30 dias. MITO. A doação de sangue deve realizada com intervalo mínimo de 60 dias para homens e 90 dias para as mulheres, ou seja, em um período de 12 meses, há possibilidade de doação de até quatro vezes por ano, no caso de doador masculino e três em caso de doadora.

Veja mais detalhes

Quem são Abrasta e Abrale

ORGANIZAÇÃO
APOIO
HEMOCENTROS PARCEIROS